O Fluxo de Caixa é considerado um dos principais indicadores da saúde financeira de uma empresa. Ele nos mostra como o conjunto de atividades realizadas por ela está sendo traduzido em termos financeiros e qual é o retorno (positivo, ou negativo) que ela está gerando.

Ele é uma ferramenta que nos mostra todas as entradas e saídas de dinheiro de uma empresa, ajudando os gestores a entenderem onde estão as suas forças e também as suas possíveis fraquezas. Por conta disso, manter o seu fluxo de caixa sempre equilibrado e saudável é um fator imprescindível para qualquer negócio de sucesso e que deseje prosperar.

Com isso em mente, separamos algumas dicas importantes, que ajudarão você e o seu negócio nessa tarefa constante de equilíbrio e organização financeira.

1- Tenha clareza de onde vem e para onde vai o seu dinheiro

Ter conhecimento da origem e destino do seu capital, é primordial para que não se encontre em situações de despesas altas e que poderiam ter sido evitadas, ou receitas abaixo do esperado. O importante é ter clareza sobre como o dinheiro está entrando e para onde ele está indo.

2- Planeje agora, visando objetivos no longo prazo.

Através dos indicadores apresentados pelo fluxo de caixa, é possível realizar projeções e cenários para os períodos subsequentes. Portanto planeje suas metas financeiras de hoje, para que atinja os objetivos do futuro dentro do período esperado.

3- Torne a análise do seu fluxo de caixa um hábito diário.

Transforme a análise do fluxo de caixa do seu negócio em uma atividade obrigatória no seu dia a dia, para que sempre esteja sempre atualizado da situação financeira do seu negócio.

4- Faça gestão do seu estoque constantemente

Muitos dos problemas causados nos fluxos de caixa das empresas, acontecem por má gestão de seu estoque, que pode acarretar altos custos financeiros e em perda de oportunidades e/ou mercadorias. Portanto esteja sempre atento à gestão do seu estoque, para que sempre esteja dentro do projetado.

5– Busque alternativas para melhorar o seu PMP e PMR

Dois dos indicadores mais importantes de um fluxo de caixa são o PMP (prazo médio de pagamento) e PMR (prazo médio de recebimento). Em muitos casos, as empresas possuem prazos de pagamento muito curtos, enquanto os seus prazos de recebimento são muito longos, o que faz com que haja um problema de descasamento de fluxo de caixa. Numa situação dessa, procure entender como pode renegociar os seus prazos para que essa situação não ocorra.

6- Busque ferramentas alternativas para inovar e aumentar as suas vendas

Quanto mais capital o seu negócio estiver gerando, mais fácil será de manter o seu fluxo de caixa equilibrado. Portanto, esteja sempre atento às oportunidades que ajudem a sua empresa a inovar nas suas vendas e a atingir novos mercados, que ainda não haviam sido explorados ou novos clientes com demandas diferentes dentro do mercado que você já atua.

7- Conte com a ajuda de um parceiro

Atualmente existem diversos parceiros disponíveis que podem auxiliar o seu negócio em pontos que impactam o seu fluxo de caixa. Avaliar bem quem pode ser esse parceiro é primordial para que se obtenha o sucesso esperado.

Visando ser esse parceiro, a Effici montou uma equipe com muita experiência em produtos financeiros e criou um produto que impacta positivamente o fluxo de caixa do seu negócio. Através do nosso meio de pagamento, os seus clientes terão acesso à um limite adicional para comprar ainda mais e com mais opções de prazo para pagar. Tudo isso de uma forma integrada aos processos e à tecnologia que o seu negócio já utiliza. 

Com isso, suas vendas aumentam, sem o risco de não recebimento e sem aumentar o seu endividamento bancário.  

Mais vendas, menos risco, mais liquidez. Tudo integrado. O seu negócio consegue focar naquilo que é bom: relacionamento, entrega, pós-venda e a operação de crédito fica com a Effici. Esse é o nosso negócio. 

Se quiser conhecer mais do nosso produto, marque uma ligação com nossa equipe e entenda como podemos ajudá-lo a crescer com menos risco.